O que é e como funciona o Seguro de Riscos Cibernéticos

Um novo modelo de sociedade surge com foco na tecnologia. Oferecer o Seguro de Riscos Cibernéticos pode ser a chave para conquistar a confiança de seu cliente.

Um novo desenho de sociedade se molda e a vertente tecnológica fica cada vez mais no centro dessa mudança. Em um mundo mais compartilhado e com dados trafegando ininterruptamente, os segurados estão expostos a riscos nunca antes experimentados e, quando há um risco, surgem produtos securitários para ampará-los, como é o caso do Seguro de Riscos Cibernéticos.

Processos antes considerados inovadores e futuristas hoje fazem parte do dia a dia das pessoas e das empresas. Nossa comunicação é feita através da tecnologia, assim como nossa locomoção e a base de nossas escolhas.

Este novo modelo cria inúmeras vantagens para todos nós. Nossas exigências de conforto e segurança aumentam e a velocidade de, praticamente, todas as transações e serviços é aumentada exponencialmente.

Porém, se as vantagens já estão sendo sentidas pelas empresas e pessoas, os riscos também.

Afinal, o que é o Seguro de Riscos Cibernéticos?

Esse ramo pouco conhecido pelos segurados e pelos corretores é novo e é oferecido por um pequeno grupo de seguradoras.

Através de uma apólice que pode conter diversas coberturas, o Seguro de Riscos Cibernéticos visa proteger uma empresa de prejuízos ocasionados pelo uso da tecnologia na gestão de seus negócios e na administração dos processos internos.

Quando pensamos que, atualmente, quase todas as empresas utilizam alguma tecnologia em seus processos, vemos que o Seguro de Riscos Cibernéticos pode e deve ser contratado por empresas de qualquer porte e mercado.

Quais coberturas podem ser oferecidas no Seguro de Riscos Cibernéticos?

O rol de coberturas disponíveis para se contratar em uma apólice de Seguro de Riscos Cibernéticos pode ser bem diversificado e variar conforme a seguradora que o oferece. Essa diversidade se relaciona com a complexidade das relações entre as empresas e o uso da tecnologia, assim como as novas formas dessa relação criada quase diariamente.

Contudo, algumas coberturas têm se mostrado mais importantes e, como corretor de seguros, é importante conhecê-las e, principalmente, ofertá-las aos seus clientes.

Uma das coberturas mais contratadas atualmente no Seguro de Riscos Cibernéticos é a de Responsabilidade por Dados Pessoais e Corporativos. Impulsionada pela nova lei de proteção de dados (LGPD), essa cobertura protege seu cliente em relação a possíveis processos que ele venha a sofrer em decorrência do vazamento de dados por ele armazenados. Como praticamente todas as empresas armazenam dados de seus clientes de forma digital, essa cobertura é imprescindível para qualquer empresa.

Outra cobertura que é amplamente acionada em casos de sinistros de Seguro de Riscos Cibernéticos é a cobertura relativa a danos e prejuízos ocasionados por falha de sistema das mais diversas naturezas. Com praticamente todas as empresas utilizando sistemas de gestão informatizados, uma falha, invasão ou mau funcionamento desse sistema pode gerar prejuízos à empresa e a terceiros de grande monta.  Mais uma vez, em situações como essa, o Seguro de Riscos Cibernéticos pode amparar o segurado e diminuir os impactos financeiros decorrentes desses eventos.

Seguro de Riscos Cibernéticos como fator de competitividade

Não se engane! Se seu cliente ainda não despertou para a necessidade de um Seguro de Riscos Cibernéticos, ele ainda vai e, nesse momento, você precisará ter informações e acesso a produtos para atendê-lo.

Melhor ainda se você alertá-lo para esse risco, pois o papel do corretor de seguros é proteger as empresas antes que elas sofram o prejuízo. Essa proteção pode amparar os bens físicos, os funcionários e também os riscos que a tecnologia traz para cada um dos segurados que você tem em sua carteira.

Agora que você já sabe como funciona esse seguro, entenda os riscos cibernéticos que os clientes empresariais da sua corretora de seguros estão enfrentando.  

Adicione o texto do seu título aqui

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Quer receber mais conteúdos interessantes como esses?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por e-mail!